quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Operação Afronta prende 14 suspeitos de fraudes em concurso público

A Operação Afronta da Polícia Federal prendeu nesta quarta-feira (21) 14 pessoas suspeitas de fraudar concursos públicos.  Os candidatos pagavam uma bolada, em torno de 70 mil, pela fraude. As prisões ocorreram em São Paulo, Rondônia, Alagoas, Rio de Janeiro e Paraná.

De acordo com a PF, que investigava o grupo a 4 meses, o esquema de fraude milionária funcionava a 4 anos, o líder da quadrilha, está foragido e não teve o nome revelado.

Esquema da fraude

Segundo investigação da Polícia Federal,  a quadrilha inscrevia alguns dos seus integrantes, com a missão de fazer de cota que fazia a prova. Era na verdade um esquema, em eles fotografavam as provas por meio de uma microcãmamera. Uma hora depois eles saiam e mandavam as questões corrigidas aos candidatos que recebiam através de um ponto eletrônico.

Nenhum comentário: